Vencedor do Torneio Bloco by Bloco: Categoria 2

O segundo desafio do Torneio Bloco by Bloco me deixou com aquela sensação de querer viajar. Voamos de norte a sul, leste a oeste. Passando por São Paulo, Rio, Minas Gerais, Bahia, Paraná, Santa Catarina, Manaus, Brasília, Espírito Santo… Ufa!

Foram 10 construções que nos mostraram do que o Brasil é feito e algumas razões pra termos orgulho do nosso país.
Pasquack forneceu o transporte. Embarcamos direto em um hangar e saímos de monomotor pro meio das nuvens!
Denilson nos levou até o estádio de Itaquera, em São Paulo. E de lá, rapidamente sobrevoamos o município histórico e tombado de Caieiras, sugestão do construtor CapJackStone, em um paralelo da história que nos trouxe até aqui.
Com Conrado, esticamos a viagem até Brasília, onde as torres gêmeas do Palácio Nereu Ramos, nosso Congresso Nacional, erguem-se tão imponentes. De lá, damos um pulo até o Espírito Santo, onde Davi Engenheiro de Lego nos leva para o Convento da Penha para relembrarmos as origens religiosas que construíram a nação.

Aqui, descemos do monomotor e continuamos a viagem em outro transporte: dessa vez, entramos nas estradas de ferro de Louis of Nutwood, e rumamos para as entradas mais bem avaliadas desse desafio:

Fizemos uma parada rápida em Ouro Preto, onde charlie.henrique nos contou um pouco da história por trás das ladeiras de paralelepípedos, das casas germinadas e da arquitetura portuguesa sob o sol de Minas Gerais. No espaço delimitado, o construtor usou técnicas de perspectiva forçada pra dar à fotografia uma sensação de imersão com um mosaico do vale que rodeia a cidade.

Maurício Vollu nos indicou o caminho para a Baía de Guanabara. Contornamos o Pão de Açúcar e passamos pelas praias mais famosas do Rio. Passamos pelo maior palco dos gladiadores do futebol: o Maracanã. Fizemos a conexão com Niterói e visitamos o Museu de Arte Contemporânea. Um exemplo de criatividade no uso de peças em um display já conhecido da linha Architecture. Se fosse um set de verdade, já o teria na minha estante de livros.

Já o construtor português lbaixinho nos levou às calorosas praias da Bahia, até o Elevador Lacerda. Aqui, a parte alta e a parte baixa da cidade de Salvador são interligadas. Mas me cativa como o construtor escolheu poucas cores e técnicas relativamente simples para retratar de um jeito tão fiel o que é esse cartão-postal baiano. A escala e a fotografia são destaques e grandes exemplos que fazem dessa, uma construção realmente inspiradora.

Mas quem diria que um único construtor pudesse nos levar sozinho a tantos pontos turísticos em uma viagem de 360 graus?

Nino_indaia fez um trabalho único de colocar em uma base de 24×24 nada menos que sete pontos turísticos que mostram ao mundo do que é feito o nosso Brasil. Com técnicas de construção inteligentes, usando SNOT e ângulos únicos, essa construção não é nada menos do que uma experiência emocional. A construção pode não ter técnicas tão apuradas quando alguns dos outros MOCs, mas pela ousadia, criatividade e originalidade de conseguir mostrar tanta coisa em tão pouco espaço…

Uma salva de palmas ao construtor Nino_indaia e a sua volta ao Brasil em 360 graus, vencedor do 2º desafio do torneio Bloco By Bloco.

Parabéns, Nino! Esperamos que você continue trazendo tanta originalidade para as próximas fases, inspirando cada vez mais construtores.

“Apresento meu projeto para segundo desafio do torneio Bloco by Bloco 2020. São tantas opções incríveis nesse nosso Brasil que resolvi colocar sob 572 studs algumas dessas maravilhas num MOC 360 graus! Representando o Sul temos a linda ponte Hercílio Luz em SC e as poderosas Cataratas do Iguaçu no Paraná, e para o Sudeste o famoso Masp em SP e dispensando elogios o Corcovado no Rio. Em paralelo temos o Congresso nacional na capital com sua arquitetura única representando o Centro Oeste seguidos do lindo Elevador Lacerda cartão postal da Bahia para o Nordeste, e finalizando ao extremo Norte com o histórico Teatro Amazonas em Manaus! Ufa! Espero que gostem e boa sorte a todos os participantes!”

Compartilhe

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*