Autor Tópico: Análise do Conjunto 70009 - Worriz' Combat Lair  (Lida 14607 vezes)

15 de Outubro de 2013 - 23:11:55 pm
Lida 14607 vezes

Guiler

  • *
  • Information
  • Legoland
  • Membro LUG Brasil
  • Mensagens: 775
  • ? ? ?
    • brickshelf-Guiler717
    • Minha galeria no deviantArt
Resenha do conjunto 70009 - Worriz' Combat Lair
Covil de Combate do Worriz


Referência: 70009
Nome: Worriz's Combat Lair ("Covil de Combate do Worriz")
Tema: Legends of Chima
Ano de Edição: 2013
Número de Peças: 664
Preço LEGO®: 69,99 dólares (shop.lego.com)
Preço tabela no Brasil: R$399,99
Instruções:  sim (presente também no site oficial)
Adesivos: sim
Minifigs: 6
Modelos alternativos: não
Lista de peças: sim, nas últimas páginas do manual de instruções. Inventário no Bricklink


A caixa
   
     

A caixa tem um tamanho horizontal consideravelmente maior do que vertical, e uma profundidade não muito grande, com uma forma típica da maioria dos conjuntos dessa faixa de preço. Graficamente, tem toda a identidade visual da linha Legends of Chima e uma imagem do conjunto apresentando várias de suas funções e mais alguns recursos ilustrativos. Logo na frente há indicação de quem são as seis minifiguras inclusas e uma informação de que o conjunto se converte em cinco modelos. No canto direito superior, há uma ilustração do personagem Worriz, e energia de Chi emanando de seu olho esquerdo (todos os conjuntos da linha tem um ou outro personagem nessa posição. Em relação a outras linhas, acho esse pequeno detalhe graficamente bem resolvido um grande avanço na identificação e valorização não só do conjunto em si, mas do personagem e conceito por trás do conjunto).

Na parte superior há uma visão geral das seis minifiguras e uma imagem em escala real da minifigura do Worriz. Na parte inferior, as informações comuns. Nas laterais, imagens em miniatura do conjunto e algumas informações, como o aviso de que se divide em 5 modelos e sobre "Chima Online". Atrás há uma série de informações e imagens demonstrando os cinco modelos que se dividem do conjunto principal: As motos de garra de lobo, o veículo principal, o helicóptero (chamado de "wolf helicopter"), a prisão móvel e a moto. Há também mais um aviso sobre Chima Online e uma imagem do personagem Wilhurt lutando por um Chi contra Grizzam. Em nenhuma parte da caixa há alguma menção do nome do conjunto (Worriz's Combat Lair), só o número de referência (70009)

A caixa pode ser aberta de ambos os lados, e é consideravelmente resistente. Mede cerca de 24 X 17,5 centímetros (horizontal X vertical) com profundidade de 7,5cm.



As minifiguras
   

O conjunto inclui seis minifiguras, quatro são parte da tribo dos lobos e duas são oponentes. Parte da matilha são Worriz, Wilhurt, Windra e Wakz. Eris a águia e Grizzam o gorila são oponentes. A tribo dos gorilas só foi introduzida nos conjuntos do segundo semestre, apesar de aparecerem na série animada desde a sua introdução. As minifiguras são muito bem detalhadas, com detalhes nas pernas, no torso e costas, e todas vem com duas faces, possibilitando que a expressão dos olhos mude. Os 'capacetes' (o que cobre as suas cabeças de minifig) são estilizados de acordo com cada personagem, mas o formato dos capacetes são comuns entre membros da mesma tribo. Algumas figuras do conjunto são novas e até agora exclusivas, como no caso de Windra. Outras figuras são inclusas em outros conjuntos, mas sem alguns acessórios como deste conjunto (Eris por exemplo, só inclui esse molde de armadura dourada neste set, assim como o próprio Worriz só tem essa armadura prateada nesse set).

Cada cabeça, com suas faces, tem impressa expressões que coincidem com características do personagem também refletidas nos 'capacetes'. O espaço dos olhos para todos os moldes de capacetes, seja da águia, gorila ou lobos, é espaçado o suficiente para compatibilizar com diferentes faces das figuras da linha de Chima, mas é bastante largo para a maior parte das minifiguras de outros temas (o que é meio difícil de se mudar, pois o intuito de Chima é demonstrar figuras antropozoomórficas com um plano de visão bem diferente da maior parte de minifigs humanóides com olhos mais próximos).

   

Acima estão algumas fotos de Grizzam e Eris. Grizzam é facilmente identificado entre a tribo dos gorilas por sua pelagem branca, e Eris entre a tribo das águias, é bastante recorrente na série animada (apesar do seu nome, 'Eris' [deusa/personificação da discórdia] é uma personagem muito contrária á discórdia). Grizzam vem acompanhado de duas grandes luvas de metal e Eris de sua arma tradicional, um machado de dois gumes dourado (chamado nas cartas que fazem parte do jogo com speedorz de 'Axcalibur'). Eris, assim como outros membros da tribo das águias e dos corvos, sempre inclui uma pequena armadura com 'Chi' (na forma de uma ‘tile’ 1X1 sem stud azul transluscente) na frente e dois studs atrás, para encaixar as asas. Os moldes de asas são bem detalhados, com penas, e tem uma escala interessante, menor do que moldes anteriores usados por exemplo na linha de Ninjas de 1998, ou das asas de dragão (também usadas como asas de morcego) introduzidas com os cavaleiros do dragão em 1993. São asas nem tão pequenas, mas nem tão grandes.

   

   

O conjunto inclui quatro minifiguras/personagens da tribo dos lobos. Até então foram lançadas cinco minifiguras/personagens dessa tribo, e esse conjunto é a melhor fonte de lobos. Inclui Worriz, Windra, Wilhurt e Wakz, o único ausente é Winzar. Mais uma vez, cada figura é muito bem detalhada e característica. No caso dos lobos, é interessante notar que nenhuma das quatro figuras tem uma cor igual, variam entre preto (Wilhurt), branca (Windra) e tons de cinza (Worriz com cinza claro e Wakz com cinza escuro).

Wakz, aparentemente o mais velho da tribo, é cinza escuro e possui detalhes de 'bigodes' (pelos tampando parte da boca). Tem uma armadura prateada com Chi e carrega uma espada introduzida no tema, que na minha opinião é uma das armas pra minifig mais bem desenhadas. Wilhurt, o lobo preto, expressa bem sua personalidade, tanto pelas expressões na cabeça coberta e na parte exterior, é o único lobo que está rosnando e é um dos que menos possui algum detalhe de armadura impresso, tem só uma capa. Sua arma é exclusiva deste conjunto por enquanto, um suporte para uma (lâmina?) peça vermelha transluscente. Windra, minifigura que só vem inclusa nesse conjunto, é uma fêmea, a única até então conhecida da tribo dos lobos, e tem a cor branca. Windra tem impresso em seu corpo detalhes de uma armadura, e atrás tem duas 'facas' guardadas. Apesar disso, os detalhes são ocultados pela capa branca que possui. A arma de Windra é uma arma de fogo relativamente grande, e bem estilizada, feita com a peça 87745.

Worriz, que dá nome ao conjunto, é o 'diplomata' da tribo dos lobos (um líder no discurso, não na hierarquia, pelo que se percebe na série animada). Visualmente, sua característica principal são as "pinturas" (ou cicatrizes?) que passam pelos seus olhos, e seus dentes longos. Worriz tem impresso em seu corpo uma vestimenta/armadura, com alguns detalhes e um símbolo na forma de uma cabeça de lobo. Neste conjunto, a minifigura de Worriz vem também com uma armadura e uma capa branca "rasgada" igual á de Windra. Sua arma é como a arma do Wilhurt, mas com duas lâminas. É uma arma bem grande que em troca de seu tamanho e visual acabam limitando um pouco seus movimentos (mas isso está longe de ser algo ruim).

De forma geral, o conjunto é uma excelente fonte de minifiguras, e mais uma boa razão para adquirir o conjunto, pois inclui figuras mais raras de personagens muito bem caracterizados da série Legends of Chima. E sou suspeito pra dizer, pois para mim, a tribo dos lobos é a melhor tribo de Chima, com as motivações e personagens que mais me identifiquei depois de assistir uma coisa ou outra da série :D



As peças
       

As peças, com exceção das seis rodas 11094, vem incluídas em seis saquinhos numerados de acordo com sua ordem de construção no manual de instruções. A predominância de partes cinzas (seja em cinza claro ou escuro) e a presença de alguns elementos vermelhos ou vermelho escuro se dá pela identidade visual de toda a tribo dos lobos. O conjunto inclui um total de 664 peças, e mais algumas que sobram.

Existe uma boa variedade de peças, como eixos, tijolos technic (com encaixes para eixos ou pinos), plates lisas, elementos mais especializados, bricks com balljoints. Nenhuma peça é tão sobre-especializada ou unicamente estrutural. Talvez as 93168, tão usadas em vários conjuntos de Star Wars (ou, em outros temas, parte de veículos de batalha e etc.), assim como as rodas, sejam as mais especializadas na função estética. E as rodas por si só são as peças mais características, também presentes no set 70004 (Wakz' Pack Tracker), da tribo dos lobos, e em outros conjuntos da linha, que substituem bem as 64712, introduzidas em 2009 por Power Miners. A relação de preço por peça do preço original da Lego Shop nos EUA é cerca de 9 cents por peça.



15 de Outubro de 2013 - 23:13:02 pm
Resposta #1

Guiler

  • *
  • Information
  • Legoland
  • Membro LUG Brasil
  • Mensagens: 775
  • ? ? ?
    • brickshelf-Guiler717
    • Minha galeria no deviantArt
A construção:
 

A construção, de acordo com o manual de instruções, é realizada por cada veículo separadamente, começando pelas "garras móveis". As garras móveis, de três rodas cada (as duas traseiras maiores e mais volumosas que a da frente), tem uma construção simples. A parte das garras de cada um desses veículos tem também uma certa mobilidade, podendo alternar entre alguns ângulos suas disposições.

 

A construção do helicóptero, logo a seguir, é relativamente simples, porém interessante, principalmente por utilizar de ângulos diferenciados para criar uma imagem parecida com a de um lobo, e do próprio sistema de fechar/abrir e guardar/expor as hélices. A parte frontal, que simula a cara de um lobo, também se abre como se fosse uma presa (porém sem dentes ou indício de algo do tipo).

   

O veículo principal, de quatro rodas, é que liga as duas garras móveis, o helicóptero e a prisão, logo comporta a maior parte da estrutura do conjunto. Aqui a construção é interessante pois reúne barras, pinos e eixos Technic, tijolos em direções diversas, além de usar nas laterais uma combinação com as peças 30586 e eixos para criar duas estruturas que se pressionadas disparam as garras. Essas estruturas ficam fixas quando as garras estão anexadas ao veículo, mas quando estão fora, ficam mais móveis pelo espaço ganho pelos eixos cinzas.

 

Ainda no veículo principal, há outra caratcerística importante visualmente e estruturalmente no conjunto, que é a típica cabeça de lobo do veículo. Como nos demais veículos de Chima, a simulação de traços característicos de uma tribo é fator essencial nesse conjunto, que usa de uma construção quase idêntica á usada na cara de lobo do 70004, a não ser pelas orelhas mais alongadas (6239) e a conexão feita entre o veículo e a cabeça ser realizada por barras (“liftarms”). O relevo gerado pelas peças de rampa laterais acaba simulando relativamente bem a variação de pelos faciais de lobos, enquanto a mobilidade das orelhas, da mandíbula e ‘olhos’ da cara dão maior jogabilidade e valor á construção, mesmo que isso limite um pouco o espaço da minifigura na pilotagem do veículo principal.

     

Finalizado o veículo principal, que toma a maior parte do processo de construção, percebe-se uma certa consistência das quatro primeiras rodas do veículo, por compartilharem uma estrutura diretamente ligada. O maior apoio do conjunto está entre as duas rodas da segunda fileira, pois entre uma roda e outra, em cada lateral, estão dispositivos para disparar as garras móveis, e pequenos compartimentos para acessórios cobrindo esses dispositivos (para valor estético também).

 

A prisão é construída logo em seguida, e será anexada atrás do veículo principal. A forma das portas da prisão e sua disposição são semelhantes ás formas dos compartimentos á frente, porém o espaço no meio é claramente maior, considerando que a prisão deve comportar pelo menos duas minifiguras (no caso de Eris, com as asas ela não cabe). A prisão se conecta ao veículo da frente e á moto de trás por uma combinação de eixos e pinos technic.

   

A moto tem uma construção simples porém muito bem realizada, suas grandes rodas mudam de posicionamento quando separadas do veículo principal para aí sim passar a ser uma moto. E o uso do balljoint para articular a ‘arma’ da moto, entre a posição de armas/exaustores é bem conveniente.

   

Com todos os veículos terrestres encaixados, só resta o helicóptero, quenão se encaixa literalmente no veículo principal. O espaço entre as laterais é que permite que o helicóptero, com as asas fechadas e guardadas, se fixe ali. E se fixa bem, principalmente quando as garras estão encaixadas no veículo.

De forma geral, a construção do conjunto tem alguns pontos claramente repetidos (as garras idênticas, as laterais da prisão semelhantes aos compartimentos do veículo principal, e a cabeça de lobo quase igual á do 70004), mas é ainda bastante aproveitável, sobretudo na parte dos dispositivos de disparo das garras, no helicóptero e até mesmo na cabeça.




O "Desenho" [estética do produto final]


O conjunto completo consegue apresentar muito bem a estética proposta sobre a tribo dos lobos. As cores não fogem da combinação cinza (escuro e claro) com vermelho e o uso criativo de algumas peças simula muito bem algumas características reproduzidas em maior ou menos escala, como as garras, a cabeça, e até o helicóptero, que com poucas peças na parte frontal já conseguiu simular uma face de lobo.

O conjunto possui adesivos que eu não colei, ilustrando superfícies de máquinas e arranhões ou danos de batalha, mas mesmo sem adesivos o conjunto se apresenta com um design muito bem realizado.

 

Cada veículo separadamente também mantém uma identidade visualmente comum.



Jogabilidade

A jogabilidade é outro ponto muito forte do conjunto. Cada um dos cinco modelos tem uma função específica, e as seis minifiguras desempenham papel importante na jogabilidade, além de seus acessórios. O disparo das garras, o helicóptero e a parte traseira que se converte em uma moto são muito bem planejadas, e não demonstram tanta fragilidade para realizar suas funções.

 


Outras

Um vídeo de menos de três minutos demonstrando as principais funções do conjunto, por Adrian Florea, um dos designers da linha Legends of Chima:




Conclusão

A linha Legends of Chima reviveu um pouco meu interesse em Lego que estava muito mais presente anteriormente em conjuntos de playthemes ou linhas de figuras de ação que já se foram, principalmente pela identidade visual muito bem estabelecida nos conjuntos e em outros materiais (na série animada e outros meios promocionais). Esse conjunto é um dos melhores da linha, pois combina muito bem construção, funcionalidade, praticidade, consegue comportar várias figuras e vários veículos de maneira sutil e bem trabalhada visualmente. No meu caso, com certeza vai ficar montado por um bom tempo antes de ir para o lote de peças. Recomendo bastante.





Vejam a:
Pasta completa com fotos no Brickshelf

Espero que tenham aproveitado mais esta análise
Caso possuam dúvidas, críticas ou sugestão, opiniões a respeito do conjunto, ou comentários a respeito da resenha, por favor postem aqui ;)

01 de Novembro de 2013 - 18:26:27 pm
Resposta #2

Matheus M.

  • ***
  • Information
  • Duplo
  • Mensagens: 285
Review bem completo, cara. Mandou bem!

A temática do Chima não me atrai, assim como não me atrai Ninjago, mas curti bastante os sets desse novo tema. Muitas peças interessantes, minifiguras muito caprichadas e sets com muitas funcionalidades legais. Por sinal, esse Combat Lair foi um dos que eu mais gostei. Esses mini-veículos são muito brincáveis e muito mais atraentes do que alguns sets menores vendidos singularmente.

Acho que no futuro esse set será um daqueles memoráveis, as crianças de hoje lembrarão dele naquele estilo "Nóóó, e o Combat Lair, você lembra? Aquele set era muito massa".

Até o próximo review!

03 de Novembro de 2013 - 11:54:49 am
Resposta #3

rushiosan

  • **
  • Information
  • Quatro
  • Mensagens: 136
Esse aí equivale ao 6973 da minha época. É simplesmente um set fantástico, com inúmeros recursos de jogabilidade, minifigs, peças e provavelmente o melhor da linha Chima ao lado daquele navio voador dos crocodilos. Gostaria muito de colecionar a linha Chima, mas como já estou empenhado na linha Star Wars, meus recursos financeiros não permitem. Verdade seja dita: você deixou todos com uma vontade enorme de ter este set! Parabéns pelo excelente review!

03 de Novembro de 2013 - 18:22:23 pm
Resposta #4

Matheus M.

  • ***
  • Information
  • Duplo
  • Mensagens: 285
Esse aí equivale ao 6973 da minha época (...)

Muito bem lembrado, cara! Eu tenho a base do gelo e sempre ficava namorando esse 6973 na loja, hehe.

27 de Novembro de 2013 - 21:24:44 pm
Resposta #5

Guiler

  • *
  • Information
  • Legoland
  • Membro LUG Brasil
  • Mensagens: 775
  • ? ? ?
    • brickshelf-Guiler717
    • Minha galeria no deviantArt
Valeu, pessoal!
Esse set tem mesmo alguma coisa a ver com o 6973, e nem é só pelas motos com garras da frente serem ejetáveis, assim como as naves menores do 6973, o tamanho é bem semelhante. E o 6973 é um dos sets que eu ainda tenho montado, é mais velho que eu mas consegui comprar há uns dois anos atrás (sem caixa, mas em bom estado e com manual), estava brincando com essa nave junto com o worriz combat lair, hahaha. Talvez eu ainda faça uma review do 6973 também