Autor Tópico: fanfic (BIONICLE)  (Lida 1776 vezes)

16 de Agosto de 2009 - 19:32:45 pm
Lida 1776 vezes

irnakk piraka

  • *
  • Information
  • Legoland
  • Membro LUG Brasil
  • Mensagens: 611
  • Sou lego, mas acima de tudo sou BIONICLE!
    • bionicle news pt-br
Muitos fãs de BIONICLE criam fanfics, e eu não sou diferente! Estais a pensar em pegar pegar BIONICLE e juntar para fazer sets dos personagens da minha fanfic, mas não neste momento, agora só vou criar minha fanfic!Quem quiser pode criar a sua depois, mas eu quero criar a minha! A minha história é uma lenda no universo matoran , e quem conhece muito a história de BIONICLE vai entender, mesmo sendo que o 1°capítulo seja um lixo! (a imaginação não tem limites, mas as vezes pode exagerar) O 1° capítulo é contado pelo kopaka set 8536. Vamos a história!
"Eu sou kopaka, e certo dia ouvi uma história. Ela provavelmente não aconteceu, mas vale muito a pena ouvi-lá. Ela é sobre o nosso verdadeiro criador, é sobre o começo de todas as lendas. É sobre o verdadeiro pesadelo do universo matoran. Antes do tempo, antes de Mata Nui, antes de Makuta, existia um outro irmão.O irmão mais velho, o nosso "criador". Ele era Tekhodak, um mais forte, um herói. Ele inventou um universo para nós morarmos, ele inventou o universo matoran, Mata Nui só seguiu seus passos. Além disso ele inventou um universo só para ele, um universo diferente do nosso. Naquele universo existia somente um planeta, um planeta chamado Makuta.Naquele planeta seus habitantes (os "thok" eles parecem matoran) viviam em uma verdadeira paz. Mas um dia um thok estava andando por uma pequena floresta e viu uma caverna estranha. Ele entrou. Ele começou a andar e andar e andar.Até que viu uma grande pedra.Naquela pedra estava esculpida a máscara das sombras. Ele nunca viu aquilo. Ficou olhando e olhando, e não identificava. Ele chegou mais perto, e de repente.... um zumbido foi por toda a caverna, por todo subterrâneo, por todo o seu mundo. Ele não sabia mas libertou o makuta.De repente toda a caverna começou a desmoronar. Ele correu mais do que qualquer vez que ele correu. Ele conseguiu sair a tempo. Mas de repente quando saiu ele viu que estava em um lugar diferente. Ele se sentia diferente. Ele percebeu que estava em um novo mundo. Um mundo em que tudo que era insignificante para o mundo dele, é muito poderoso aqui.Ele tentou voltar pela caverna mas uma força o puxava de volta.Ele então se tocou que se não pode voltar, porque não morar nesse novo lugar.Ele sentia que podia dominar esse lugar.
Ele começou a andar átras de algum local habitado. Mas ele percebeu que tudo que ele sentia no outro planeta, não sente nesse novo local. Ele não sente fome nem sente cansaço e por algum motivo ele consegue sentir onde a civilização está. Ele usa esse sentido para achar o local em que ele pode dominar.Ele de repente ve um "lago" de lava. Ele ve no meio do lago uma torre. Ele acha que pode andar sobre a lava e então tenta. Por algum motivo ele consegue andar e só sente "cócegas". Quando chegou na torre ele deu um simples tapinha na parede e ela desmoronou. Ele entra e ve matorans.Os ta-matorans daquele tempo eram fortes e gostam de serem poderosos como são.Mas quando viram aquela nova "coisa" eles estranharam muito. Um ta-matoran fala:
-Ei que cor é essa? é escura e preta como carvão, mas eu nunca vi nada igual em onu-matorans.
O thock responde:
-Sou de um local totalmente diferente desse. Sou bem mais forte.
O ta-matoran retruca:
-Há!Então mostra!
Ele levanta a mão em direção ao ta-matoran que é jogado na parede.O ta-matoran se sente como se ele fosse segurado por uma grande mão.Ele então tenta falar:
-Ok. Eu acredito.Meu nome é.....ARGh! Meu nome é takorak e te ajudo de alguma forma... OUCH! Por favor me solta!
O thok então sorri como se estivesse com um plano na cabeça. E estava. Ele solta o Takorak e diz:
-Eu quero dominar esse lugar! Me sinto poderoso aqui! Me sinto com vontade de destruir tudo!
o Takorak diz:
-Mas você não pode dominar aqui! você não é Mata Nui!
O thok então olha antentamente para Takorak com uma cara de raiva e diz:
-Sou pior que Mata Nui. Eu sou Makuta.
De repente um tremor começa a acontecer e tudo começa a desmoronar. É como se o maior dos espíritos ficasse com raiva. Logo o Takorak diz:
-Vamos sair depressa!
O agora conhecido Makuta levanta a mão e todo o desmoronamente para. Ele depois dessa diz:
-Comigo estão seguros.
Os ta-matorans e o Takorak vão seguindo Makuta. Eles não confiam nele mais eles não tem escolha. Eles vão andando e andando e de repente um diz:
-Pra onde estamos indo?
O Makuta olha com um olhar de suspense e diz:
-Eu sei para onde estamos indo, e é muito importante ter um sacrifício.
Aterrorizado, o ta-matoran nem mais fala, e ele nem tenta fugir pois sabe do poder de Makuta. Depois de alguns dias enfrentando desertos, enfrentando rahis e florestas, eles chegam em um templo, todos olham com curiosidade e com um pouco de medo.Makuta então diz:
-Chegamos, e a propósito, lembram do sacrifícios?
Eles ficam parados, petrificados, mas de repente o Takorak tenta correr. Makuta usa seus poderes e pega ele. O Makuta de repente diz:
-A sim é você
De repente a lua fica na frente do sol formando um dos mais lindos eclipses. Makuta então leva o Takorak ao centro e começa o ritual. Makuta fala a língua arcaica do seu planeta. Quase no fim do ritual aparece uma luz e estranhamente uma figura enorme, gigante. Era Mata Nui.Mas de repente o Makuta também fica do mesmo tamanho e o Takorak some. De repente Mata Nui diz:
-Irmão, quanto tempo
Makuta tenta enganar Mata nui e fala:
-É um prazer ve-lo novamente!
Mata Nui percebe que ele esta mentindo e fala:
-MENTIROSO!Você nem tente me enganar!
Makuta sem saber o que fazer faz aparecer um machado e começa a duelar com Mata Nui. Lutando eles nem percebendo destroiem o templo e vão causando destruição. a luta causa uma grande esplosão. Nem mesmo Mata Nui nem mesmo Makuta podem causar uma esplosão dessas. Era alguma coisa mais forte. Era o Techkodak. O grande criador ficou com raiva dos irmãos caçulas os punindo. Puniu Makuta com o castigo de não ser adorado pelo seu povo, e puniu Mata Nui o fazendo cair num sono profundo.Diferentemente do que dizem Makuta não faz Mata Nui cair no sono profundo, ele só se aproveitou disso."
A história sai um pouco do contexto de BIONICLE, e por isso não tem nada a ver com a verdadeira história, e é um pouco lixo! O próximo capítulo será melhor, por enquanto leia as crônicas de Takorak, um ta-matoran que conta várias histórias, mesmo vivendo poucas delas.O "as crônicas de Takorak" não tem nada a ver a história, mas para quem querer entender melhor, pode ser uma boa!

"Certo dia, um ta-matoran andava na ilha de mata nui, mas de repente vê um brilho, ele vai ver esse brilho para arquivar isso, pois ele é um dos primeiros cronistas. Quando chega perto percebe que é uma caverna, ele entra, quando entra um zumbido muito forte começa a estremecer a caverna e tudo começa a desmoronar. Ele não pode voltar então segue os caminhos dentro da caverna, procurando uma saída tomando cuidado por não ser acertado pelas pedras.
"Tudo isso por causa de um brilho idiota!" ele pensa. Mas de repente ve a luz do dia, o fim da caverna, ele corre e, por pouco ele consegue sair.
Ele chega e ve que é totalmente diferente, luzes no céu, grandes montanhas, e terremotos frequentes, e ele nem percebe que está no planeta makuta.

Continuação-firewok

Andando no novo mundo, vendo tudo, sem tocar em nada, ele pensa porque?Porque está lá?Porque aconteceu aquilo? Sempre a um porque na vida, mas esses porques o atormentam muito. Mas de repente ele para de pensar quando ve um grande monstro vindo na sua direção. Ele tenta correr mas não consegue.Mas um outro monstro pula na frente dele, o monstro que pulou parece o Thok, mas maior e com armas mais poderosas. O monstro de repente levanta a mão e o outro para. Logo no momento que o outro para o monstro pula e some.Os porques ficam cada vez mais estranhos.

Continuação- Um porque a mais.

Outro porque agora. Porque um monstro salvaria sua vida de outro monstro? O ta-matoran fica cada vez mais com raiva com a sua própria vida!A momentos que ele quer gritar pro resto do mundo e do universo, ou se matar, ou só ficar parado. A vida tá muito mais díficil, muito pior para qualquer matoran.
De repente um animal do tamanho de um guerreiro vem em sua direção, ele corre mais o bicho é muito mais rápido. Quando parece ,que ele está perdido, o monstro que salvou a vida dele aparece e impede que o animal trucide o ta-matoran. O monstro fala:
-Tome mais cuidado na floresta, thok vermelho.
O ta-matoran responde:
-Não sou thok, sou ta-matoran, e quem é você?
-Sou o propetor dessa área-Ele responde-Sou o que protege tudo e todos daqui, e você parece que precisa ser protegido até demais.
O matoran se sente ofendido, mas antes que podesse falar, o bicho e o monstro somem.
Quem quer a continuação de "as crônicas de Takorak" me fale por pm e eu aviso quando eu lançar, por enquanto espere o 2°capítulo da história principal
Viva a imaginação fértil da Van! Quem gosta da Van coloque esta assinatura.
ENTREM NO MEU FÓRUM: http://lifemask.forumeiros.com/forum.htm


There are no comments for this topic. Do you want to be the first?