Autor Tópico: DMC - Reinos de Argos - Lichtheim - Adolfo  (Lida 1815 vezes)

19 de Agosto de 2014 - 16:28:42 pm
Lida 1815 vezes

Adolfo

  • *
  • Information
  • Technic
  • Membro LUG Brasil
  • Mensagens: 3.142
  • A criatividade vem das estrelas
    • facebook-https://www.facebook.com/profile.php?id=100009300680421
    • flickr-adolfolugbrasil
    • mocpages-113982
    • brickshelf-Adolfo
Reino de Lichtheim




A etimologia do reino possui influência de duas culturas distintas. As palavras “licht”, que significa “luz” no idioma germânico e “heim” traduzida como “reino” ou “mundo” na escrita nórdica, podendo ainda ser entendida como “casa” em anglo-saxão e lido na linguagem de Argos sob o som de “rráimi”, unem-se para dar forma a expressão “Reino da Luz”, cujo significado extrapola os limites desses povos do passado.

Situado em uma península que leva o mesmo nome do reino, na mesma porção territorial da capital imperial Auros, sua geografia é privilegiada. Apresenta uma cadeia de montanhas coberta de neve, florestas tropicais, planícies e vales verdes, desertos, rios e lagos. As fronteiras ainda se estendem um pouco a oeste, abrangendo uma grande ilha que permite o acesso aos mares do sul.

Devido a sua geografia, a economia da região é diversificada. Há o cultivo de especiarias, frutos e plantas medicinais, passando pela pesca até a extração de cristais e minérios nobres, que impulsionam atividades mais avançadas, como a engenharia e arquitetura. Exímios construtores, o povo que habita essa região enxerga a astronomia e a ciência como vetores da economia.

Apesar de pacífica, a região possui um exército e uma esquadra real. Qualquer assunto ou intervenção militar deve ser deliberado pelo Conselho dos Mestres Ascencionados, formando por sábios anciãos e líderes espirituais de diversos cantos do reino, que administra o território. As armas são variadas e algumas apresentam uma mescla de magia e aparatos medievais.



Mitologia


De acordo com lendas locais, as terras de Lichtheim foram moldadas por sete Arcanjos, descendentes diretos dos poderosos Espíritos Primordiais criadores de Argos. Possuidores de imensos conhecimentos de bondade eles ensinaram que a prática do amor seria um caminho seguro aos primeiros habitantes dessas terras. Apontaram ainda que os sábios deveriam olhar para as estrelas e o Cosmos como fontes de inspiração, já que são o caminho natural da evolução de qualquer ser e que essas lembranças inspirariam as futuras gerações a recordar de quem eles descendem.

Essas características levaram os habitantes a aprimorarem suas relações filosóficas sobre a natureza bem como a diplomacia entre os diferentes reinos de Argos. Histórias muito antigas contam que os Lyrians, primeiros habitantes dessas terras, foram confiados a guardiões dos fragmentos do Cristal Eterno de Argos como forma de preservar o legado do brilho cósmico universal. Sob a proteção da Sociedade do Prisma Celestial, formado por comandantes de diversas partes do reino, o poder do cristal estaria a salvo de mau uso, mas não eternamente intocado, já que outros povos ou seus próprios habitantes poderiam se corromper facilmente.

Os Lyrians também eram conhecidos como filhos da luz, filhos das estrelas ou amantes das estrelas, traço que se mantém até a atualidade. Essa fama se deve ao fato de possuírem um forte vínculo com as tradições culturais herdadas de seus antepassados e uma paixão pela astronomia e natureza, suas principais fontes de inspiração. Se analisarmos seus habitantes do ponto de vista psicossocial, passando pelos aspectos da crença, podemos dizer que cada habitante sente-se como parte das estrelas, possuidores da semente da luz e da sabedoria do Universo.

Há também outra vertente que explica a etimologia de como são chamados os habitantes dessa região. Muito comum em Lichtheim, o Lírio do Campo, uma flor vistosa e capaz de brotar nos lugares mais secos e rochosos, é um dos símbolos da nação por possuir uma identificação com o que é real e sagrado. Assim, os admiradores dessa planta propagaram seu cultivo por todas as partes como forma de extrair seu elixir, que alguns acreditam ser místico, para vários fins. Dessa forma, tem-se termo Lyrians.

Essa vertente mística, inclusive, é um dos pontos de contato com os Elfos e alvo de frequente cobiça de alguns povos. No passado recente, A Sociedade do Prisma Celestial se viu obrigada a levar a questão ao Conselho dos Mestres Ascencionados, convencendo-os a intervir na neutralidade de Lichtheim e apoiar os Elfos na grande guerra contra Lorde Tenebrus. As marcas consequentes desse conflito foram profundas e podem ser vistas e sentidas até os dias de hoje entre os dois povos.




Conselho dos Mestres Ascencionados



Sociedade do Prisma Celestial


A Confraria do Cajado de Ravel


Mitológica e lendária cúpula de feiticeiros do reino essa irmandade reúne os magos mais poderosos de Lichtheim. Responsáveis por monitorar tudo o que acontece no mundo de Argos possuem uma grande influência nas decisões dos governantes locais. Exercem ainda certo poder transcendental devido ao contato com seres superiores, repassando aos habitantes do reino os ensinamentos da ciência cósmica universal aprendida com eles. Lendas antigas dão conta que Ravel, um dos sete Arcanjos descendentes dos Espíritos Primordiais criadores de Argos, também era um dos magos mais poderosos do mundo antigo e ainda um dos responsáveis pela criação e inspiração de diversos mundos. Sempre trajando roupas místicas e segurando em uma das mãos um cajado emoldurado com um cristal em sua ponta, sua imagem foi perpetuada por gerações e cedeu nome a confraria.

Os magos dessa irmandade são, principalmente, os professores da Escola de Magia da Universidade de Hestia e curadores da Biblioteca de Órion. Participam ainda na troca de conhecimentos com os mestres de grandes centros de conhecimento de Avalônia, Mitgardia e Kaliphlin, reinos de Histórica, uma terra muito distante de Argos.

A troca de conhecimentos entre seus magos e a sabedoria dos povos do deserto resultou na origem do nome de Hestia. Traduzida como “estrela” em persa, um povo do mundo antigo de um reino muito distante de Argos, os ensinamentos repassados seguem uma convergência do Cosmos com tradições antigas praticadas por aquele povo.

Possuidora de um vasto acervo ainda por ser explorada, a biblioteca herdou o nome da famosa e misteriosa Constelação de Órion, inspiradora de vários mundos antigos. Segundo lendas contadas pelos primeiros feiticeiros de Lichtheim, há livros guardados no interior de lugares ocultos da biblioteca que detém feitiços poderosos capazes de feitos impensáveis para os reinos do presente. É exatamente o fascínio e o mistério envolto desse conhecimento que reside o medo de toda a confraria. Uma vez em mãos erradas, esses encantos podem levar Argos a um período sombrio.



Os Mercadores de Thálassos


Detentores de profundos conhecimentos sobre os mares de Argos e as rotas comerciais que levam aos reinos mais distantes, bem como os perigos que envolvem essa tarefa, esses mercadores vivem em uma sociedade caracterizada por ser uma Talassocracia. Em outras palavras, devido a sua estrutura sociopolítica, exerce o domínio dos mares através de um império marítimo comercial distribuído por uma rede de cidades mercantes, o que resulta em uma supremacia naval.

Os mapas e cartas náuticas herdadas dos antigos é frequentemente alvo de estudos da Biblioteca de Órion. Além de apontar as direções mais seguras para a navegação em Argos, lendas relatam o registro de monstros marinhos adormecidos capazes de varrer cidades interias do mapa. Existem ainda arquivos ocultos que só podem ser revelados por magia branca poderosa por marcarem o ponto de acesso exato de portais interdimensionais com Nárnia, um dos reinos mais místicos do mundo antigo, com seres falantes da natureza.

Apesar de habitarem cidades costeiras e serem culturalmente voltados para os mares, os Thalassianos exercem um papel importante nas rotas comerciais no interior de todo o reino, já que são o ponto de contato final com diversos grupos de mercadores, responsáveis pela comercialização de alguns recursos naturais de Lichtheim.


21 de Setembro de 2014 - 20:56:52 pm
Resposta #1

Adolfo

  • *
  • Information
  • Technic
  • Membro LUG Brasil
  • Mensagens: 3.142
  • A criatividade vem das estrelas
    • facebook-https://www.facebook.com/profile.php?id=100009300680421
    • flickr-adolfolugbrasil
    • mocpages-113982
    • brickshelf-Adolfo
Aos poucos vou trabalhando nas customizações do meu reino e atualizando as coisas por aqui, mas já posso apresentar um dos futuros escudos dos meus exércitos:



Quem quiser entender melhor os motivos dos desenhos que forem surgindo ao longo do tempo, basta ler a história do reino no início do tópico.

27 de Janeiro de 2017 - 12:15:34 pm
Resposta #2

Adolfo

  • *
  • Information
  • Technic
  • Membro LUG Brasil
  • Mensagens: 3.142
  • A criatividade vem das estrelas
    • facebook-https://www.facebook.com/profile.php?id=100009300680421
    • flickr-adolfolugbrasil
    • mocpages-113982
    • brickshelf-Adolfo
Em breve, novidades. Aguardem!  8)