Ford GT 2016 é reproduzido em LEGO e ganha destaque

Alex Pascal, fã brasileiro de LEGO que criou uma reprodução do Ford GT 2016 e chamou atenção da própria Ford pela internet
Alex Pascal, fã brasileiro de LEGO que criou uma reprodução do Ford GT 2016 e chamou atenção da própria Ford pela internet
Alexander Paschoaletto, fã brasileiro de LEGO que criou uma reprodução do Ford GT 2016 e chamou atenção da própria Ford pela internet.

Não é de hoje que fãs dos famosos blocos de montar criam impressionantes construções por todo o mundo e chamam nossa atenção pela internet e redes sociais, cada vez mais fortes veículos propagadores de ideias, notícias e imagens. Como imaginação, inspiração e criatividade não tem fronteira dessa vez foi de terras brasileiras que surgiu uma bela criação com LEGO.

Um jovem estudante de engenharia de Brasília criou uma reprodução do carro Ford GT que ainda sequer foi lançado no mercado. A nova geração dessa máquina possante foi apresentada ao público no Salão de Detroit, tradicional evento nos EUA que costuma abrir o calendário mundial de salões do automóvel todo início de ano, mas o veículo só chegará aos consumidores no ano que vem. Contudo, isso não impediu o autor a desenvolver seu próprio modelo.

Antenado com o que acontece no mundo LEGO o LUG Brasil realizou uma entrevista com esse talento do hobby, que já desenvolveu outros veículos e que promete continuar nos apresentando outras belas criações no futuro. Confiram!

1.   Há quanto tempo você faz criações com LEGO e qual é sua relação com o hobby atualmente?

É difícil dizer com precisão porque os bloquinhos sempre fizeram parte da minha vida. Lembro de brincar com a linha Duplo quando tinha menos de 1 metro de altura. Construía de tudo: carros, naves, aviões, helicópteros e robôs, entre outras mil coisas, sempre usando (e muito) minha imaginação pra ver de fato um veículo ali. Com o passar do tempo me desfiz dos Duplos e comecei a ganhar sets com as clássicas pecinhas da linha System.

Minha relação com o hobby é construtiva (rsrsrs). Não costumo comprar novos modelos atualmente, a menos que veja um set que me chame bastante a atenção, mas gosto de montar coisas com o que já tenho pra não deixar peças soltas e também para me ocupar. Curto bastante montar carros em escala 1:17.

2.   Existe alguma linha de produtos da LEGO que você sempre gostou ou que hoje o atraia mais?

Com certeza! Na época em que existia, eu era muito fã da linha Racers, pois sempre gostei de automobilismo. Sempre desejei a Ferrari FXX (8156), os Lamborghini Gallardo (8169 e 8214) e as Ferrari F430 (8143). Também gostava muito e ainda gosto da boa e velha linha Creator, que agora recém lançou a Belíssima F40 (10248).

Saindo um pouco do universo de carros, admiro bastante os sets da linha Star Wars e Technic. Acho a maioria das naves de SW muito bem retratada, e acredito que todos os que sabem montar coisas incríveis usando a linha técnica têm um pouco de engenharia mecânica dentro de si. O realismo dessa linha até me assusta.

No final, dos listados eu possuo apenas os sets 8214 e 8143. Montei vários carros com eles, a incluir o icônico Pagani Zonda, a incrível Ferrari 458 Italia e o ainda nem lançado mas já conhecido Ford GT 2017.

 3.   O que te levou a reproduzir o novo Ford GT?

Uma série de fatores. O carro saltou à vista pela primeira vez no anúncio do jogo Forza 6, e foi quando decidi que no futuro iria montar. Eu também sempre gostei do GT e sua marca nas 24 horas de Le Mans, então seria uma boa homenagem à lenda. Em adição, eu havia acabado de destruir meu último modelo e tinha várias peças azuis à disposição. O grande impulso, entretanto, foi meu amigo Firas Abu-Jaber sugerindo a montagem.

4.   O que te motivou a submeter sua criação do Ford GT ao projeto LEGO Ideas?

Foi quase por causa da repercussão que ele obteve na internet. Eu havia considerado submeter no LEGO Ideas desde o início da montagem, porém nunca me senti realmente incentivado pois já havia postado outros modelos lá antes e nunca passado dos 500 votos. Com a repercussão, no entanto, vi que a história com o GT poderia ser diferente, pois se ele havia ganho tanta atenção assim, algo de especial devia haver nele. Até agora ele obteve 720 votos, então resta torcer 🙂

5.   Qual é sua expectativa com relação ao desempenho do seu MOC no LEGO Ideas?

Não consigo ser muito heroico nessa resposta, não creio que chegue aos 10 mil votos, mas a 1000 penso que ele alcança. Não que eu não acredite no potencial do meu projeto, é mais pela burocracia que a LEGO impõe a quem quiser dar suporte. Em vez de apenas ter de logar com o Facebook para provar que é uma pessoa diferente, você ainda deve vincular a uma conta no site da empresa, e por mais repercussão que ele obtenha, as pessoas que não têm uma (ou seja, a maioria delas) tendem a passar direto por não ter paciência. Ninguém curte burocracia, então acaba sendo uma desvantagem.

6.   Qual foi a sua reação com a repercussão nacional e internacional de sua última criação com LEGO?

Bastante impressionante. Fiquei muito surpreso, eu gostei do resultado final mas não 100% satisfeito (ainda busco um meio de melhorar os faróis, que destoam um pouco do original em minha opinião), então quando um funcionário da Ford UK me contatou pedindo fotos inéditas do GT e uma entrevista eu quase não acreditei. Depois disso foi efeito dominó: na semana seguinte vários blogs brasileiros e estrangeiros publicaram notícias semelhantes, dando uma reverberação que eu nunca imaginaria. Em adição, o funcionário em questão ainda repassou meu contato para a Ford do Brasil, o que significa que ainda há mais por vir.

 

Ford GT 2016 criado por Alex Pascal.
Reprodução do Ford GT 2016 feita com peças de LEGO

 

7.   Você já sabia que no Brasil existe uma comunidade de fãs de LEGO?

Não, e se soubesse com certeza teria me juntado antes. Eu descobri o LUG Brasil por acaso enquanto procurava por exposições em território brasileiro para conhecer, pois via várias Expos em outros países mas nunca havia ouvido falar numa por aqui. Bastou dar uma procurada no Google e encontrei a página, depois o fórum.
O ambiente do fórum é muito interessante e os outros membros são todos bem simpáticos, fui bem recebido quando ingressei. eu recomendo para quem quiser conversar sobre os bloquinhos, técnicas de montagem, se informar sobre como e se vale a pena adquirir algum set, ou até mesmo divulgar o próprio trabalho. Sempre me perguntei se havia no Brasil mais construtores de alto nível, e depois de conhecer o fórum tive absoluta certeza.

8.   Você já tem em mente novos modelos para reproduzir com LEGO?

Absolutamente! Quando ando na rua e vejo os carros no trânsito, não é incomum eu mentalizar como eles ficariam em uma versão de LEGO. No final, as ideias são muitas, as peças são poucas (e o tempo também). Se eu vivesse de montar, provavelmente o número de carros construídos seria bem maior que os 76 que tenho no registro, mas felizmente (sim, felizmente) passo a maior parte do tempo envolvido com a faculdade, e com isso o tempo reservado para os bloquinhos é reduzido. E é justamente o tempo reduzido que torna cada segundo dedicado a este hobby tão especial. Tenho muitos modelos em vista, de todas as marcas e nacionalidades imagináveis.

9.   Onde podemos encontrar fotos e mais detalhes dos carros já reproduzidos com LEGO por você?

Quem quiser conhecer mais sobre o meu trabalho pode conferir minhas criações já concluídas nos meus perfis nas redes sociais, entre eles o MOCpages, site especializado em criações com LEGO e o Flickr, rede social de compartilhamento de fotos muito utilizado pelos fãs do hobby, onde todos podem verificar o andamento dos meus projetos ainda em fase de desenvolvimento. Neste segundo eu tenho um contato maior com outros construtores e por vezes peço opiniões quanto à conclusão de algum projeto. Claro, também estou à disposição no fórum do LUG Brasil, então precisando, pode contar comigo!

10.   Para os fãs do hobby que estão começando agora suas montagens com LEGO e que possuem o mesmo gosto por carros como você quais dicas você daria?

Bom, para quem tiver interesse em montar carros eu creio que o primeiro passo é comprar material. Sugiro que adquira justamente os sets oficiais relacionados a automobilismo e à escala desejada (por exemplo, como eu construo em escala 14-wide dou preferência a conjuntos da ordem do 5767), dando ênfase na linha Creator (possui a melhor relação custo/peças; as grifes como Star Wars costumam ser mais caras). Minha segunda sugestão é atentar para o esquema de cores do seu veículo, pois organização visual é a chave de um bom MOC.

E por fim, uma construção a ser compartilhada depende também de uma boa fotografia para chamar atenção. Não se trata de ter uma câmera ultra profissional, e sim de bater fotos cuja atenção de quem vê é centrada no MOC, e não no plano de fundo. Por isso, vale a pena comprar umas duas folhas de cartolina e improvisar uma Lightbox para deixar suas fotos com um fundo branco e bem mais bonitas.

Outras informações sobre o entrevistado podem ser conferidas em matéria publicada recentemente pelo portal de notícias G1.